1-LED

O que são os LED?

LEDS-POST A palavra LED é o acrónimo de light-emitting diode (em português, díodo emissor de luz). Os LED são díodos semicondutores que permitem que a corrente circule unicamente num sentido e emitem luz quando ativados. Um dos LED mais comuns é o de indicadores em dispositivos eletrónicos, que substituem as pequenas lâmpadas que se utilizavam antes. Além disso, dada a sua capacidade para funcionar a altas frequências, são também utilizados em tecnologias avançadas e de controlo.

O desenvolvimento mais recente dos LED permitiu poder utilizá-los no âmbito da iluminação ambiental. Embora a sua utilização nesse campo seja limitada, prevê-se um aumento da sua presença nos próximos anos visto que apresentam numerosas vantagens em comparação com as lâmpadas incandescentes e fluorescentes. Algumas delas são as seguintes:

  • Baixo consumo de energia.
  • Vida útil mais longa.
  • Menor tamanho.
  • Maior robustez.
  • Emissão de calor reduzida.
  • Maior resistência às vibrações e aos impactos.
Quer aprender a programar um LED com o bitbloq? Iremos ensinar-lhe através de exemplos:Vai precisar de:1. 2 ZumBloq LED2. Uma placa controladora ZUM BT 328 ou compatível com Arduino UNO

3. Um cabo USB

4. E, obviamente, um computador com acesso à Internet

zumbloqLED

Vamos apresentar vários exemplos para que aprenda a programar um LED.

Exemplo 1

Ligar um LED

É um dos exemplos mais simples de programação. Conecte a sua placa controladora ao computador com o cabo USB. A seguir, conecte o LED à placa controladora. Ao conectar qualquer componente, é muito importante verificar que as cores dos cabos coincidem com as cores do pino ao qual o vai conectar: preto com preto, vermelho com vermelho e amarelo ou branco com amarelo.

O LED é um componente digital, visto que admite apenas dois estados: ligado ou desligado. Todos os componentes, sejam eles sensores ou atuadores, que tiverem apenas dois estados, são digitais. Outro exemplo é o botão (pulsador), que pode estar carregado ou não. Os pinos digitais correspondem com a fila comprida de pinos da placa, vão do 0 ao 13, embora não seja recomendado utilizar os pinos 0 e 1, na medida em que estes são utilizados para a comunicação da placa com o computador, podendo, portanto, provocar um comportamento inesperado ou um carregamento incorreto dos programas.

Continuamos com os passos seguintes para resolver o problema.

Conecte o LED no PINO digital 8, conforme indicado no esquema seguinte.

ZUM-9

Programe agora a placa controladora com o bitbloq para que ligue o LED. Para isso, selecione o bloco LED, atribuindo-lhe o pino digital 8 e estabelecendo a ação que pretende que desempenhe: neste caso, LIGAR.
LED8ON

Após ter programado a placa controladora, se tudo correu bem, o LED conectado no pino digital número 8 deveria estar aceso. Se não se acender, verifique o que pode ter acontecido fazendo-se as seguintes perguntas: “Conectei a placa ao computador?” “Selecionei corretamente a porta na qual conectei a placa?” “Coincidem as cores dos cabos do LED com as do pino ao qual o conectei?” “Atribui um pino digital ao bloco de LED na bitbloq?” Lembrei-me de LIGAR o LED no bloco?

Exemplo 2

Desligar um LED

A seguir, vamos programar a placa controladora para que faça o contrário, ou seja, que desligue o LED. Não se esqueça de voltar a programar a placa ao fazer as alterações.

LED8OFF

Vamos complicar ligeiramente o assunto. O que acha de fazer piscar um LED? Nesta ocasião, podemos deixá-lo tentar sozinho. Deve realizar um programa que faça piscar um LED (ligar 1 segundo, desligar 1 segundo). Tente fazê-lo no bitbloq e depois continue a ler mais abaixo para ver a solução.

reloj-de-arena-10375

É muito provável que tenha feito algo assim:

blink_equivocado

Esta solução não funciona porque o programa liga o LED (durante um instante que corresponde com a velocidade do microprocessador da carta controladora) e imediatamente desliga-o durante outro instante. E assim sucessivamente. O efeito deste programa faz com que pareça que o LED está sempre ligado (com um brilho ligeiramente mais ténue do que o habitual).

A forma de o fazer funcionar corretamente é introduzir pausas. Ou seja, quando explicamos que o LED deve piscar entendemos: LIGAR – DESLIGAR – LIGAR – DESLIGAR – etc. Isso é incorreto, na realidade deveria dizer-se: LIGAR – ESPERAR 1 SEG. – DESLIGAR – ESPERAR 1 SEG. – LIGAR – etc.

Para isso, deverá utilizar o bloco esperar.

esperarbloqueEste bloco faz com que o programa espere um tempo determinado. Para indicar o tempo, pode utilizar um boco de tipo número ou uma variável. Pode encontrar o bloco número no separador Matemáticas.

O programa correto ficaria então como segue:

blink

Se tiver programado corretamente a placa, o LED deveria acender-se durante um segundo, apagar-se durante um segundo, acender-se novamente durante um segundo… E assim ininterruptamente, visto que o programa se executa em ciclo. Porquê durante um segundo? Porque é o tempo de espera definido para cada estado, mas esse tempo pode ser modificado consoante as necessidades. Experimente mudar a frequência de intermitência.

Muito bem, já sabe o básico da programação de um LED. Noutra entrada iremos ensinar-lhe a programar vários LED ao mesmo tempo, mas se quiser pode ir tentando sozinho.