POTENCIOMETRO

O que é um potenciómetro?

potenciometro

Um potenciómetro é uma resistência variável. Ou seja, um componente eletrónico que permite regular a intensidade da corrente (a quantidade de eletricidade) que circula através de um circuito. Por exemplo, se quisermos controlar a intensidade da corrente que passa por um circuito e faz acender um LED, podemos conectar um potenciómetro e, ao girá-lo para um lado ou para outro, poderemos ver como o brilho do LED varia consoante a intensidade da corrente recebida. Os potenciómetros são utilizados para regular muitos aparelhos, como por exemplo os aparelhos de música, para ajustar o volume.

Em geral, o potenciómetro serve para regular, conforme desejado, um valor dentro de um intervalo. É muito útil. Vamos realizar dois exemplos de utilização do potenciómetro para descobrir as suas possibilidades. Vamos lá trabalhar!Vais precisar de:

  1. 1 x ZumBloq Potenciómetro
  2. 1 x ZumBloq LED
  3. 1 x ZumBloq Buzzer
  4. Uma placa controladora ZUM BT 328 ou compatível com Arduino UNO
  5. Um cabo USB
potenciometrozum

Tens tudo? Vamos lá:

Exemplo 1

Fazer variar a velocidade de intermitência de um LED utilizando o potenciómetro

Lembras-te quando fizemos piscar um LED? De certeza que experimentaste com os os tempos de espera para fazer com que a intermitência fosse mais lenta ou mais rápida. Neste exemplo, modificaremos a velocidade de intermitência mediante o uso do potenciómetro. Para isso, conectaremos o LED no pino digital 3 e o potenciómetro no pino analógico A1 como se vê no seguinte esquema:

ZUM-9-8 Lembra-te que o potenciómetro é um sensor, por isso é recomendado designar-lhe uma variável para ler os seus possíveis valores: ejemplopotenciometroparpadeo

Como já o dissemos, a variável que contém os valores do potenciómetro é declarada no programa. Vamos fazer o LED piscar,  mas, em vez de o fazermos esperar por um intervalo constante entre ligado e desligado, no tempo de espera colocaremos o valor do potenciómetro nesse momento (o que dependerá da posição em que o colocámos). De esta forma tão simples, podemos variar a velocidade de intermitência de um LED. Já sabemos fazer as nossas próprias luzes de Natal!

Exemplo 2

Variar o tom que emite o buzzer utilizando o potenciómetro.

Neste exercício, vamos selecionar o tom, portanto, a nota que emitirá o buzzer girando o potenciómetro. Para isso, vamos usar um novo bloco chamado Mapear. Este bloco será de grande utilidade no futuro, já que nos permite converter um intervalo de valores para outro distinto. Para que entendas melhor, o potenciómetro é um componente analógico, que nos dá valores entre 0 e 1023. Nol exemplo anterior, isto significava que variávamos a intermitência do LED entre 0 e 1023 milissegundos (um segundo aproximadamente). Este valor é bom, mas… o que se passaria se quiséssemos controlar a intermitência do LED entre 0 e 10 segundos? A solução é usar o bloco mapear:

Selección_002 Mas nem tudo é perfeito, quanto maior for o intervalo a mapear, menos resolução temos. Em outras palavras, mais variará o valor com cada rotação do potenciómetro, por isso não conseguiremos fazer ajustes muito precisos. Para realizar o exercício seguinte, conectaremos o potenciómetro no pino analógico A1 e o buzzer no pino digital 3, como no esquema seguinte: ZUM-6-8

Agora vamos usar o bloco avançado do buzzer. Este bloco é muito semelhante ao que já utilizámos, mas em vez de nos permitir selecionar notas, permite-nos selecionar a frequência a que soará o buzzer, permitindo-nos criar os nossos próprios tons. Queremos que o buzzer soe a uma frequência compreendida entre 0 e 20000, e para isso, teremos que mapear o potenciómetro entre esses valores:

Como o buzzer avançado permite emitir diferentes tons, de acordo com a sua frequência, temos que colocar a variável que declarámos no separador tom.

Agora já sabes controlar o potenciómetro. Como viste, o potenciómetro pode ser de muita utilidade para variar valores distintos e elementos nos nossos projetos. Desde variar a intensidade ou o tempo de intermitência de uma luz, até variar o som de um buzzer, ou selecionar modos numa máquina… Apesar da eletrónica digital ter substituído progressivamente os controlos analógicos, na tua casa podes ainda encontrar muitos exemplos onde se utilizam potenciómetros… Consegues descobrir alguns? Claro que sim!